Averbamento (s. m.): Acto ou efeito de averbar; Nota lançada à margem de um título ou registo; Registo.

01
Out 10

Há uma semana, em Nova Iorque, o primeiro ministro dizia parecer-lhe "que decorre do bom senso político que, quando um Governo não tem um Orçamento aprovado, também não tem condições para governar, ainda para mais na actual conjuntura".

Ontem, dançando por entre as palavras, como tão habilmente sabe fazer, José Sócrates garantia no Parlamento que não vira a cara à luta. "Nunca virei a cara à luta e nunca me passou pela cabeça qualquer intenção de me ir embora. Nunca, em nenhuma circunstância. Pelo contrário, estou aqui para cumprir o meu dever", afiançou.

 

Muitos podiam dizer que José Sócrates mentiu. Que deu o dito por não dito. O próprio jogando com o sentido das palavras como tão bem sabe, garante que são coisas diferentes e que nunca disse que se demitia se o Orçamento para 2011 não fosse aprovado. Apenas não tinha condições para governar.

 

Serenos e pacientes, nós, portugueses, continuamos tranquilamente a assistir a tudo isto. Revoltados, para dentro. Barafustando, nas redes sociais e nos cafés.

 

O povo é sereno, já dizia o outro.

publicado por Helder Robalo às 11:57
Averbamentos:

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11

17
18
19
20
22
23

24
25
26
28
30

31


comentários recentes
Não descontassem no salário e a adesão era bem mai...
Claro que aprovaria. Isto de decidir conforme os v...
o teu blog é muito bom vem visitar o meu
Fernando,Convido-o a visitar este meu outro espaço...
Obrigado :)
Parabéns pelo destaque :)
A cultura deve ser preservada a todo o custo. Por ...
Caro Pedro, obrigado pelo aviso e pelo destaque.Ab...
Mas se ao invés de o bloqueio ser não abastecer ne...
Bom dia,O Bloco de Averbamentos está em destaque n...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO